PSD recomenda redução de IMI para construção sustentável

A Comissão Política do PSD de Arouca propõe que a autarquia aprove a redução do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) em 25% para edifícios que disponham da certificação energética do tipo A, e de redução em 50% no IMI em imóveis com certificação energética do tipo A+ ou no âmbito do programa LiderA.

Numa recente visita ao Hotel São Pedro, na vila de Arouca, um edifício portador da certificação  «Rótulo Ecológico da União Europeia», que reconhece soluções de eficiência ambiental, o PSD de Arouca foi perceber e avaliar como funcionam algumas várias valências ambientais como a reutilização de águas residuais ou utilização de painéis solares, entre outras. Na oportunidade ainda tomou conhecimento através do proprietário, Alfredo Brito, de diversas considerações na área do turismo.

No fim da visita a comissão política revelou a sua proposta de redução de IMI para imóveis que disponham de certificação energética.

Nesse sentido o PSD sugere ainda, que a autarquia, caso seja sensível a esta recomendação, promova sessões de trabalho dirigidas a todos os profissionais da área da construção (técnicos, engenheiros, arquitectos, construtores) para a necessidade de projectar e construir imóveis ambientalmente mais evoluídos, energeticamente mais eficientes e, consequentemente, mais ecológicos e enquadrados no meio.

Esta redução pretende incentivar a uma construção mais sustentável e eficiente de modo a obter uma utilização mais eficiente da energia, da água, da redução de resíduos de poluição e degradação ambiental.

Para André Almeida, presidente da Comissão Política do PSD, “para além dos ganhos ambientais e em eficiência energética, o investimento inicial é largamente compensado, quer na redução de custos de manutenção e de reabilitação, quer no aumento do ciclo de vida dos edifícios o que resulta também numa valorização dos imóveis, numa maior qualidade de vida e consequente atractividade do território.”

Na sua opinião, esta medida poderá ser o arranque para a elaboração de um Plano de Acção para a Sustentabilidade Energética do município de Arouca.

O PSD na última reunião do executivo municipal, através do seu vereador Artur Miller já apresentou a referida recomendação e diz “esperar por parte da maioria, que sempre anunciou o ambiente como sector fundamental, o melhor acolhimento destas propostas.”