Descarga indevida de resíduos nas margens do Rio Paivó.

PSD Arouca pediu instauração de um inquérito interno

Considerando os factos tornados públicos, que envolveram decisões políticas por parte de elementos do Executivo Municipal e tendo como objectivo o apuramento total de responsabilidades, o PSD de Arouca, solicitou na última reunião da Câmara Municipal, que esta aprovasse dentro do quadro normativo vigente, a instauração de um inquérito, pedido esse que acabou por ser aprovado por unanimidade.

Recorde-se que no decurso dos trabalhos de demolição e arranjo urbanístico da capela de Ponte de Telhe, da responsabilidade da Comissão de Melhoramentos dessa mesma capela, da Junta de Freguesia de Moldes e da Câmara Municipal de Arouca, os resíduos de construção foram inadvertidamente depositados junto ao rio Paivó, «provocando uma séria agressão ambiental a um espaço que a Câmara Municipal tem lutado por preservar».

O PSD depois de ver o seu pedido aprovado, espera que seja clarificada toda a situação e apuradas todas as responsabilidades aguardando para já a nomeação do instrutor do inquérito.