Declaração sobre construção da 2ª fase da via estruturante


Os arouquenses foram nos últimos dias confrontados com a notícia sobre o “falhanço da promessa da via estruturante”.

Com o intuito de justificar o injustificável a maioria socialista que governa o município promoveu na passada Segunda-feira uma conferência de imprensa onde foram proferidos um conjunto de inusitados considerandos que acabaram por revelar um Presidente de Câmara perdido num enredo e numa farsa que ajudou a criar, desacreditado e em clara fuga às suas responsabilidades políticas e institucionais.

Perante os dados conhecidos e sobre o tempo até agora decorrido, o PSD não pode deixar de responsabilizar todos os sucessivos governantes socialistas e em especial o primeiro-ministro José Sócrates que, em mais um exercício gratuito de campanha eleitoral prometeu a obra e com ela um acto de justiça para com Arouca.

A forma como foi guiado todo este processo acabou também por nos revelar um Presidente de Câmara - que sempre quis «pessoalizar» e liderar em exclusivo a estratégia e disso sucessivamente se vangloriou e dela teve comprovado aproveitamento eleitoral – um presidente desorientado e sem sentido ético, que ocultou factos e objectivamente faltou à verdade aos arouquenses. Este processo deu sobretudo a conhecer um autarca com uma nula capacidade de influência política e que agora tenta, num exercício primário de “fuga para a frente”, a vitimização. Tal postura merece o nosso mais vivo repúdio!

Independentemente desta análise política que o PSD muito justamente faz e que se suporta e fundamenta em inúmeras declarações públicas e documentos não só do Executivo como da própria Assembleia Municipal e, sendo para nós certo que nenhum arouquense se pode resignar nem conformar perante as dificuldades, ao tomarmos conhecimento da iniciativa do Presidente em se deslocar a Lisboa, para junto do poder Central fazer um último esforço, para assim garantir a realização da obra, e após essa deslocação ter anunciado apenas a criação de um grupo de trabalho para reavaliar a construção da mesma, reconhece-se que este resultado fica muito aquém das expectativas criadas e longe das garantias que prometeu trazer. Ainda assim, neste derradeiro esforço de sensibilização junto do Governo, fica um pequeno capital de esperança.

Estamos convictos que o seu eventual sucesso, que muito desejamos, será o sucesso de Arouca.

Nesse sentido o PSD, irá continuar como desde a primeira hora a mostrar toda a disponibilidade de parceria com todos os agentes políticos e com a sociedade civil arouquense para lutar abnegadamente por uma obra mais do que justa e necessária, verdadeiramente estruturante para o Município de Arouca.